sábado, 20 de julho de 2013

"Equilíbrio Constante..."

Em mais uma madrugada gelada, triste, com muitos sentimentos confusos, estava com o violão na mão e navegando por um página chamada Café com Crivo, onde escritores de cunho anônimo sempre escrevem e sempre postam seus pensamentos me deparo com um trecho que me faz refletir e transformar esse trecho em uma canção...

Buscamos um novo dia,
Com uma velha canção e outro pôr do sol,
Perseveramos em busca de alegria,
Esquecendo uma velha explicação,

Mais quanta coisa eu posso perder,
Se ficar só pensando em você,
Quanta coisa eu posso deixar de conquistar,
Daqui pra frente eu sei tudo vai melhorar

Creio que sim, fique longe de mim...
Fique daqui longe daqui,  quero ir sozinho...

Buscamos um novo dia,
Com um velho desejo e outro rumo,
Perseveramos em um busca de esperança,
Esquecendo o que já passou,

Mais quanta coisa eu já perdi,
Pois fiquei pensando em você,
Daqui pra frente tudo vai mudar,
Pois eu me livrei do que já sabia

Creio que sim, fique longe de mim
Fique longe daqui, quero ir sozinho...

Você passa a maior parte do tempo tentando entender o que não consegue entender, mas insiste em entender. Então, passe mais tempo vivendo e amando as pequenas coisas, embora sem muita explicação, torna-se inesquecível no parêntese do tempo e do espaço. Tudo há de melhorar, acredite no sim, eu sei que tudo vai melhorar, pois eu confio em mim...

terça-feira, 16 de julho de 2013

"É morrendo que se vive para a vida eterna..."

Eu fechei os olhos e de repente comecei a me deparar com flashes insanos, pensei que estava beirando a morte e desejei ter morrido. Comecei a soar, comecei a rir sozinho, eu delirava deitado em uma cama com lençóis brancos, eu sentia os ritmos e feelings de guitarras sujas que entoavam uma velha canção de rock, quando olhava ao espelho estava todo desfigurado e não conseguia me reconhecer.

Pela primeira vez em minha vida me defrontei com demônios, criaturas dóceis e com rostos e olhares puros que me manipulavam a fim de ver me destruir. Por muito tempo caminhei ao lado desses demônios, pois foram eles que me deram forças e me fizeram encarar tudo e todos quando nada dava mais certo, eles me encorajaram, eles me guiaram e me fizeram ter confiança, aprendi muito com esses seres, mais sempre soube que um dia eu teria que voltar a viver no caminho dos guerreiros da luz, pois os guerreiros são imunes e imortais em qualquer situação.

Estava anestesiado, ingeri uma enorme quantidade de uma droga que servia para me relaxar, luzes, flashes, vozes tudo ecoando em minha cabeça, corpos que se possuíam em um enorme prazer, os demônios queriam a qualquer custo me levar e me seduziram, me ofertaram prazeres que qualquer mortal não recusaria, eu me senti a todo o momento tentado, queria que me proporcionassem sentir ao menos por uma vez o prazer da morte, queria poder estar no meu próprio enterro. Os demônios me ofereçam uma morte e depois uma ressurreição, em troca queriam a pureza da minha alma e queriam que renunciasse ao poder dos guerreiros da luz.

A todo o momento queria me entregar, sei que pequei e não mereço ser digno de ser chamado de guerreiro da luz, eu cultivei esses demônios e os tornei meus servos nos momentos de fraqueza, eu admirei esses demônios, pois eles me davam conquistas que como guerreiro da luz demoraria a conseguir.  Estava enfrentando a situação mais complicada da minha vida e confesso que pela primeira vez senti medo, os demônios me faziam inúmeras propostas e me tentavam, não tinha pra onde correr, não tinha como fugir, eu teria que enfrenta-los e exorcizar com todos.  Tentei dar um basta em tudo e eles vendo minha força surgir, ofereceram-me visualizar minha morte para me enfraquecer, eu aceitei ver, queria ter a real certeza de como tudo seria.

Morri aos 22 anos, tentaram me assaltar e em seguida deram um tiro certeiro no tórax, não deu nem tempo dos paramédicos me socorrerem, morte instantânea. Meu caixão estava aberto, estava usando uma camisa de cor preta, cabelo bem arrumado e coberto por rosas, parecia que estava dormindo em um sono profundo, em volta do meu caixão estavam meus familiares, minha mãe chorava aos prantos e não conseguia ficar em pé, meu pai triste, sua vida também havia perdido sentido, meu irmão não acreditava, o restante da família toda debruçada no caixão e chorando, eu não acreditava no que estava vendo e comecei a chorar também, nunca chorei tanto em minha vida. Dos tantos amigos que eu tinha somente os mais fiéis e mais próximos se juntaram a minha família e não acreditavam no que aconteceu. Dos amores que eu tive em minha vida somente uma pessoa foi, parecia estar decepcionada por não ter me dado uma chance e não ter se permitido viver a felicidade quando á ofereci, se prostrava diante do meu rosto e suas lágrimas escorriam.

- Chega seus demônios malditos, não quero mais ver isso, chegaaaaa !!!! Quanta dor, quanta tristeza, quanta coisa eu deixei de conquistar por mim mesmo por me render ao puro prazer que vocês me davam, não quero mais isso, eu queria muito morrer pra que todos me esquecessem, queria morrer para enterrar toda a dor, toda a frustração e toda a incompreensão que passei nessa vida, queria morrer, pois eu tinha medo de enfrentar muitas situações, queria morrer para ser lembrando, mais agora eu vejo que a morte não é solução, a morte traz mais dor, a morte não traz o descanso eterno e sim um caminho mais doloroso pelo qual já percorri, eu quero viver, e em nome do DEUS SANTO, EM NOME DE OGUM SANTO FORTE, GUEIRREIRO E PROTETOR, eu invoco e ergo minha espada, e que com ela surja toda a luz, surja todas as energias positivas e puras que existem dentro do meu espirito, e que essa luz destrua as trevas, o mal e que me proteja de todos que tentam me destruir,  que a luz purifique as almas que propagam o mal e que destrua todo o sentimento ruim. Fazei-me instrumento de PAZ, onde houver ódio que eu levo o AMOR, onde houver ofensa que eu leve o PERDÃO, onde houver erro que eu leve a VERDADE, onde houver tristeza que eu leve a ALEGRIA, onde houver desespero que eu leve a ESPERANÇA e onde houver trevas sempre haverá a LUZ...

Diante disso meus demônios se calaram e não precisamos entrar em confronto corporal para existir um vencedor, somente invocando sentimentos sinceros e puros vindos do meu coração consegui destruí-los. De repente um clarão surgiu e me cegou, era uma luz branca forte, intensa que não me deixava ver o que estava acontecendo. Começo a ouvir gritos apavorados, gritos de tortura, não conseguia enxergar, não tive medo, meu coração exalava coragem, empunhava uma espada na mão, uma voz familiar começou a falar.

- Guerreiro, durante esse tempo você passou por diversas situações, em muitas situações eu vi que você aprendeu os ensinamentos, foi forte, não temeu, soube sobreviver, mais ao longo dos últimos tempos você se esqueceu de suas origens, procurou seguir por caminhos fáceis e estava vendendo sua alma pelo prazer de conquistas sem sentido, você não era digno de ostentar a nobreza dos guerreiros da luz, nenhum guerreiro se entregou aos demônios, muitos se mataram mais nunca se renderam, pois os guerreiros da luz preferem à morte a derrota. Hoje da pior maneira e ostentado um desejo não sagrado você conseguiu vencer seus demônios e se livrou da morte, já era esperado esse combate, e você usou sua pureza que á maior das virtudes dos guerreiros da luz.  Você vai ter uma nova chance de recomeçar, considere o dia de hoje como um renascimento, e faça tudo daqui pra frente usando sempre a pureza do seu espirito, pense como guerreiro da luz questione-se como guerreiro da luz, e lute sempre como guerreiro, pois são poucos os guerreiros que tem a chance que você está tendo e simplesmente lembre-se onde houver trevas eu sempre estarei levando a LUZ.

- Ó mestre fazei-me sempre instrumento de sua paz!

sábado, 13 de julho de 2013

"Mais quem é você ?"

Eu percebi que precisava mudar e recuperar muitas das coisas que perdi ao longo desses últimos meses quando me deparei com frustrações que abriram meus olhos e me fizeram ser mais realista. Às vezes nos fechamos em nosso mundo e nos envolvemos dentro de uma bolha onde só observamos e por muitas vezes só consentimos com as coisas que acontecem.

Ao longo desses últimos dias tomei golpes de realidade, golpes que mexeram com meus princípios e que de algum modo estão me fazendo rever muita coisa em minha vida.

1º Não saia confidenciando planos, sonhos e metas com todos que te cercam, por mais que você tenha uma relação aberta e sincera com as pessoas que te cercam e te querem bem, o universo capta as energias dessas pessoas e às vezes te emite sinais negativos que podem se transformar posteriormente em frustrações. Guarde consigo seus planos, seus sonhos e vá lutando dia a dia, batalha a batalha para tentar conquistar, se der certo trace outras coisas, se der errado não desista e lute mais, tudo se torna aprendizado e vivencia.

2º Não fique centrado em uma única ideia e transforme aquilo no seu karma diário, muitas das vezes essa fascinação por uma única ideia te limita a sempre trabalhar em cima dela e isso te restringe de outras ideias, e no final de algum modo você não conseguirá desenvolver ela do modo como queria. Sempre tente explorar outras ideias, outros objetivos, para uma ideia trace duas, três alternativas, caso uma não dê certo você conseguirá recorrer às outras.

3º Aprenda a não ter medo de arriscar mais, o comodismo parece gostoso, te fortalece, te dá segurança, mais te impede de alçar novos voos, o cômodo te prende a sempre viver aquela mesma rotina diária, pois é bom, tenha certeza que uma hora essa rotina vira cansaço e esse cansaço te envelhecerá e não te deixará correr atrás de novas coisas, se tiver vontade de arriscar analise a situação e arrisque, não existe sensação melhor do que conquistar aquilo que você quer ou fazer o que você gostar.

4º Preste atenção no que você emite ao universo e no que as pessoas que estão ao seu redor te desejam às vezes se cegar para situações pode causar um grande problema, preste atenção no que você anda emitindo ao universo, se estiver plantando coisas positivas tenha certeza que de algum modo você receberá isso, agora se sua vida é um inferno total você não prosperará e ficará direcionando seus problemas e frustrações em coisas ou pessoas sem sentido.

5º Se você conhece seu valor não deixe pessoas ou qualquer um te tratar como lixo. Muitas vezes conhecemos nossa capacidade e sabemos que podemos ser pessoas melhores e que podemos conquistar todos nossos sonhos, nos limitamos a aceitar as opiniões dos outros e abaixamos a cabeça quando nos dizem que não somos capazes e que não chegaremos até onde queremos. Quando isso te acontecer canalize toda sua raiva e frustração em um simples sorriso, isso não é ironia,  coloque todo esse sentimento na atividade que você quer fazer e transforme essa raiva em força de vontade, tenha certeza que será mais proveitoso.

Às vezes é duro tomar esses golpes de realidade, mais ás vezes é necessário, nos abre os olhos, nos faz colocar os pés no chão e analisar nossa trajetória de vida e principalmente nos mostra que precisamos evoluir e buscar melhorar sempre, a melhora é um sinal de fortalecimento e demonstra que você não está acomodado para nada e que de fato busca se tornar maior.


“Quem é você ? Me diz? Quem é você ?”