domingo, 24 de fevereiro de 2013

"Feliz 2013..."

“Caros amigos do Insone, depois de algum tempinho de férias e depois de algumas postagens nesse espaço, eis que tive a ideia de convidar outras pessoas pra postar aqui também, pra que colocar só as minhas experiências, se os outros também podem nos acrescentar algo.

Então não estranhe se deparar com algum posts que não sejam de meu cunho, vamos interagir e fazer esse espaço mais dinâmico. Outra novidade é que também migrarei para outros blogs, mais não se preocupem postarei os links pra vocês acompanharem.

Novidade 2: Resolvi dar um up no blog, vou produzir as artes e logo mais mudarei a aparência...

Por enquanto vamos seguindo em frente e deixando essa grande roda gigante da Vida girar..."

Energias Positivas e Equilíbrio Constante a todos...

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

"Senhor do Tempo..."

“Eu mudei, não consigo ser mais como antes, não consigo me entusiasmar com as coisas que me fascinavam,  não mantenho mais aquela compulsão que mantinha, não me preocupo mais com as pessoas que costumava se preocupar.  Não que eu não queira me preocupar, é que eu aprendi a viver a minha vida.

Demorou muito mais conseguir colocar as coisas em seus devidos lugares, um amor que eu jurava ter e que me deixava doentio hoje vejo que é uma simples amizade, que ás vezes pode agregar algo, mais que na maioria dos momentos não faz diferença. Esse era meu maior problema, minha cegueira, não conseguia aceitar os fatos, tentava sempre forçar situações e momentos, alimentava minha cabeça com coisas que não eram verdades, fazia planos não por mim mais pra uma pessoa que eu nunca tive. Demorou mais esqueci esses sentimentos, não por questão de sobrevivência mais sim por ser melhor pra mim, do que adianta viver atrás de alguém que não tem a mesma vontade que você?  Alguém que não compartilha da mesma visão que você? 

Muitos dizem que eu abandonei a pessoa, outros já nem ligam mais pros comentários, mas de fato eu me coloquei em primeiro plano, as coisas precisavam se encaixar nos seus lugares, cada situação precisava de um rumo, talvez os dois anos que passei sofrendo foi porque nunca parei pra me auto julgar,  nunca parei para analisar a situação, fui deixando tudo acontecer e apunhalando meu peito com meus seguidos fracassos, o fato de eu nunca conseguir estar em paz comigo mesmo talvez seja porque eu prolonguei esse conflito, quando na verdade tudo não passou de uma questão de interpretação.

Tudo de algum modo passou e aprendi a não traçar planos com relação aos meus sentimentos, aprendi a aceitá-los com suas imperfeições e corrigi-las para me transformar em alguém melhor. Ainda 80 % das coisas que faço me desagradam, sei que preciso corrigir muitas atitudes que tenho, ando lendo bastante OSHO, que induz a gente olhar ao nosso interior e tentar agradar a si mesmo, para depois esparramar nossa bondade pelo mundo. 

Confesso que a leitura conseguiu modificar meus sentimentos e levou tudo ao meu pensamento, consigo arquitetar melhor as coisas que penso, consigo de algum modo dosar minhas atitudes, funciona como uma engrenagem que vai alimentando outros sentidos, tudo hoje é mais controlado, e não como antigamente que tudo era de um modo impulsivo. Quando ocorre o conflito entre pensamentos, sentimentos  o efeito é a ansiedade que consequentemente se transforma em insônia, ainda é algo que estou trabalhando pra poder me tranquilizar mais. Afastei-me de alguns lugares, de algumas pessoas, ando mais calado e concentrado,  isso é fruto do pensamento trabalhado, não tenho sinto mais a necessidade de abrir minha boca pra ficar proferindo idiotices por ai, não deixei de emitir meus pensamentos, ainda me posiciono sobre muitas questões, mais ando comedido e ás vezes não é viável comprar algo passível de compreensão.

Enfim, não mudei pra agradar ninguém, não mudei pra ficar com ninguém, não mudei porque ninguém me pediu, ainda preciso melhorar em muitas coisas, sou uma pessoa que erra muito e que precisa colocar mais em prática tudo o que diz, tenho bem claro meus objetivos e meus planos e sei bem como conquistar tudo, ando caminhando e a cada dia mais aprendendo com tudo que vivo.”