domingo, 29 de janeiro de 2012

"Identidade..."

"Ninguém é tão grande ao ponto de só dar e também ninguém é inferior ao ponto de só receber, desde que ouvi essa frase proclamada pela Irmã Dilma em um encontro de Jovens venho com isso na cabeça, essa afirmação nada mais é que como devemos dar ás mãos ao rezar qualquer tipo de oração. A palma da sua mão direita deve estar voltada pra baixo e palma da mão esquerda deve estar espalmada acima, mais gostaria de refletir mais sobre o efeito da mensagem.

Primeiramente, ás vezes nos fazemos de forte, ás vezes nada nos atinge, ás vezes tentamos ser imunes á tudo, mais é a partir do momento que nos escondemos atrás de um escudo ou vestimos uma máscara que não nos compete vestir perdemos nossa Identidade, Identidade no meu modo de ver é o que você tem pra ser caracterizado não só na sociedade mortal, mais também na sociedade divina, Identidade é você cultuar seu Deus, você não se deixar levar por estradas que conduzem a caminhos errados, Identidade também é você expôr suas fraquezas e acima de tudo demonstrar que você também pode oferecer algo de bom pra qualquer pessoa que talvez precise.

Quando perdemos nossa Identidade estamos mais expostos a errar, mais vulneráveis a dar oportunidades á pensamentos e a situações a qual não queremos viver mais que rondam nossa cabeça, perder a Identidade não é só perder sua real noção sobre si e sim esquecer verdadeiramente sentimentos que inundam e transbordam nosso coração.

Por fim, esse retiro só veio me ajudar a renovar sentimentos que eu tinha, a focar mais nas coisas que desejo que aconteçam em minha vida e acima de tudo a reestaurar minha conexão de fé e minha crença em DEUS, algo que há algum tempo havia esquecido de cultuar.

Sei bem qual é minha Identidade, por qual caminho quero seguir e o que fazer, agora a escolha pelo SIM ou pelo NÃO é de cada um, sua vida e suas escolhas refletem no que você quer pro seu futuro, eu sei o que quero pra MIM e como conseguir e você sabe o que quer pra VOCÊ !?"

sábado, 21 de janeiro de 2012

"Que tal ouvir minha verdade pra depois me julgar ?"

"A vida é sempre assim pessoas nunca estão satisfeitas com nada, pessoas não sabem aceitar opiniões, criticas e qualquer outra coisa que envolva seu nome, e também existem pessoas que carregam a culpa por se omitirem e darem a cara a tapa por tentar ajudar os outros, papel que se de fato você for analisar não lhe convém fazer, mais mesmo assim, tú vai e tenta ajudar sabendo dos riscos e das consequências...

Hoje eu tô com muita dificuldade em circular livremente no ciclo de amizades que eu tenho pois de um simples e pequeno fato que eu não tive coragem de expôr minha opinião pra quem deveria ouvir, virou um grande filme de guerra, pra ser enfático aqueles filmes do Faroeste onde sobram pólvoras pra todo o lado e no final ninguém Vence, aqui não quero tratar de vencedores ou perdedores, pois sei que quem anda perdendo são todos os personagens envolvidos.

Não gosto de viver situações onde pessoas que eu julgava ou julgo como amigos ficam trocando farpas por aí, nunca fui desse princípio e eu sempre abominei essas situações de ficar se metendo em problemas dos outros e ficar levantando questões por ai, mais hoje me vejo preso em uma coisa que eu não quero mais fazer parte, uma coisa que tá me fazendo mal, creio que amigos que vivem em um bom ciclo de amizade não devem afetar o ciclo por rinchinhas bobas e chacotinhas infantis, amigos vamos todos crescer e retirar essa máscara de fortaleza que estamos usando.

Fato é que: eu fui dar ouvidos a uma pessoa (Lado A) que tava em total desespero porque tava se sentindo rejeitada e abandonada por outras pessoas,  só que eu me equívoquei em pré julgar a pessoa (Lado B) que havia abandonado o Lado A, eu entendo a mudança do Lado B e sempre ouvi e tentei ajudar em algumas situações, só que de um tempo pra cá situações que esse Lado B tava vivendo não estava me agradando pois tava envolvendo uma pessoa que eu admirava (Lado C), e eu tenho o total direito e a total liberdade de não aprovar situações que eu não goste, e eu não aprovei algumas situações, talvez minha cegueira de verdade e minha arrogância falaram mais alto, talvez eu devesse ter tolerado mais Lado B, só que como pré me julgo sou "80% pólvora e 20 % pavil". Lado B me procurou pra saber o porque de minha atitude, mais fui tolerante e me limitei a me dizer que não queria abrir os olhos de ninguém, enfim cansado de ser o bobo por querer ajudar todos os lados, me omiti e fiquei na minha, e essa situação foi piorando.

Entrou o lado D na história uma pessoa que gosto porque é honesta e tem coragem de falar as coisas quando quer, mais eu entendo sua postura agora, esse lado só quis defender lado B, até eu em surtos de noção defenderia alguém que eu amo por demais, e Lado E veio metralhando tudo, pois nesse auge da história, o bafafá tava enorme e pelo que ouviu esse lado só queria defender suas AMIGAS, e isso me deixou bolado, pessoas não sabem o que acontecem e sem a preocupação de entender os lados saem metralhando MERDAS, falando e levantando opiniões sobre a gente sem de fato consultar as duas moedas da situação. É esse lado que eu menosprezo por não ter opinião, por ser um "Piolho" que só vai pela cabeça dos outros, nesses últimos dias tô lendo muitas coisas dirigidas a mim e tô ficando quieto, pois de alguma maneira eu estava pensando em um método de celar a PAZ com pessoas que de fato eu magooei.

Não sou Criança como dizem por ai, sei que sou limitado em muitas das minhas atitudes, me equivoco e erro também, só que eu também tenho o direito de ERRAR e me EQUÍVOCAR igual a todo mundo, só que não tolero certas atitudes de pessoas INFLUÊNCIADAS, em momento algum direcionei injúrias e baxei meu nível com ninguém, sim postei fotos irônicas, fui repreendido por isso, mais essa foi minha maneira de tratar essa situação sem levantar maiores polêmicas, em momento algum direcionei nomes de pessoas, e em momento algum fui em perfil de pessoas em redes sociais expressar minha LAMENTAÇÃO, não reprimo quem faz isso, eu aceito e levo numa boa, pois o Brasil é um país que sofreu e inda existe um pouco de censura, só o que repúdio são pessoas que são Influênciadas pela verdade dos outros e não tem coragem de ouvir os dois lados.

Por fim eu sei que errei á Pré Julgar e dizer coisas Inoportunas sobre Lado B, as pessoas também tem o direito de me julgar, me xingar e falar o que queiram, mais eu não tô nem ai, não esquento com o que dizem sobre mim, sempre em minha vida eu quis provar alguma coisa pra alguém, hoje eu provo as coisas somente pra mim,  pois os outros muitas das vezes vão te desanimar e te reprovar, mais que se foda, tenha AUTO CONFIANÇA em si, faça as coisas pra si próprio, se quer se divertir, divirta-se, quer sair com quem você quiser, Saia, Questione-se, Dê a cara a tapa, faça o que quiser, é isso que talvez seja a NOSSA LIBERDADE.

Eu sei que sou assim, em muitas das situações eu me Equívoco e Erro, mais também sei pedir DESCULPAS, eu sei me ajoelhar também, não tenho vergonha de quem sou e do que faço, tudo que faço é seguindo a verdade que eu acho ser coerente pra mim.

ME DESCULPEM POR QUALQUER ATO, FRASE OU QUALQUER COISA QUE FIZ COM O INTUÍTO DE ATINGIR ALGUÉM, SIM, EU ME ARREPENDO...

Podem me criticar, falar o que quiserem e me metralharem da forma que for, não esquento, minha vida é assim mesmo, como disse, eu descobri que não preciso da aceitação de ninguém, não preciso provar nada pra ninguém, se querem gostar de mim, gostem, se não quiserem me chamem de Babaca e me mandem Tomar no cú, é o direito de cada um.

Mais por fim, do meu lado essa Bola de Neve termina aqui, quem tá envolvido nisso se quiser conversar comigo eu tô aqui, caso contrario eu irei tomar a iniciativa..."


Obrigado pela atenção... 

domingo, 1 de janeiro de 2012

"Um Cara de Sorte..."


Hoje eu acordei com uma vontade enorme de sair e andar sem direção
Sem destino e sem medo da morte
Simplesmente andar e ouvir o que dirá meu coração
Eu sempre fui um cara de sorte


E tudo que eu conquistei, foi com o suor do meu trabalho
Eu nunca desisti, não me curvei, não me entreguei, não me deixei levar
E essa corrente que prende pelos pés, eu arrebentei com os dentes


Não me entreguei
Eu vim lutar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, ahhh eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar


Hoje eu acordei com um vontade enorme de olhar no fundo dos seus olhos
E te pedir perdão
Por tudo que eu falei sobre o amor, sobre nós dois ou sobre o mundo
Às vezes eu perco a razão


É que eu não reparei quando você me protegia em silêncio
E eu não soube expressar o meu carinho o meu amor em palavras de novela
Mas quando a gente cresce, a gente aprende a dar valor a quem está perto


Eu vim dizer
Que eu voltei
Pro meu lugar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar que alguém...