quarta-feira, 17 de agosto de 2011

"Ser forte..."

"Tô aqui sofrendo com uma Insônia as 03 e 15 da manhã e com muitas contradições na cabeça, já tentei e utilizei de mil métodos diferentes pra tentar dormir e nada,  fuçando no facebook eis que acho um lindo trecho escrito pela @Blushh_, que vem bater de frente com minha contradição:

Você nunca sabe a força que tem, até que a sua última alternativa é ser forte !

Ser forte é amar alguém em silêncio
É irradiar felicidade quando se é infeliz
É tentar perdoar alguém que não merece perdão
É manter-se calmo no momento de desespero
É sorrir quando se deseja chorar
É fazer alguém feliz quando se tem o coração em pedaços
É calar quando o ideal seria gritar
É ter fé

Por isso mesmo diante da dura realidade e por mais dificil que a vida possa parecer:

Ame-a e Seja FORTE."


sábado, 13 de agosto de 2011

"Ensaio sobre a cegueira..."

Hoje pude sentir a cegueira chegando, fui ao oftalmologista pra uma consulta rotineira, e por ser a primeira consulta com um novo doutor ele me submeteu há diversos procedimentos pra tentar me encaminhar pra cirurgia, tenho oquistimatimos (um olho fora de centro) e hipermetropia (erro de focalização da imagem no olho), confesso que isso me encomoda e muito, porque desde pequeno venho convivendo com piadinhas e chacotas por eu ser "vesgo", até hoje me sinto mal com isso, é um disturbio que não consigo aceitar e conviver no meu dia dia. Muitas das vezes eu não me sinto bem olhando no espelho, e isso me prejudica muito quando penso em chegar em alguma menina.

Pois bem, procurei esse doutor pois me recomendaram ele como sendo o melhor na área e por resolver casos similares ao meu, e sempre temo pelo maldito colírio, pois sei que isso cega e desfoca qualquer tipo de visão, a enfermeira do doutor me pingou três doses do bendito colírio, na primeira encarei de boa, a segunda minhas púpilas começaram a lacrimejar e muito, na terceira isso me cegou ao ponto de eu levantar pra entrar na consulta e ter que me apoiar na mesa do doutor pra não cair.

Fiz todos os exames possíveis e comecei a me preocupar pois não tava conseguindo enxergar nada, via a imagem desfocada e com uma cortina branca ao redor, imediatamente lembro do livro e do filme do José Saramago, Ensaio Sobre a Cegueira, assisti a algum tempo atrás o filme e venho lendo o livro, me lembro certamente do drama dos personagens que iam perdendo a visão, me coloquei como parte do enredo da história, isso tava me consumindo e me torturando, sai na rua e enxergava pouca coisa,  meus olhos lacrimejavam e muito com os flashs do raio solar.

Entrei em meu carro e tentei dirigir em tese consegui um pouco, mais com muita cautela, precisei levar um atestado até meu serviço e tive que assinar uns documentos, passei vergonha pois não conseguira enxergar nada do que escrevia e tive que ser auxiliado por um rapaz que trabalha na recepção, me senti muito incapacitado e totalmente debilitado, essa espécie de cegueira branca ao qual fazia relação com o filme tava me prejudicando demais.

Cheguei em casa e tentei entrar na internet e tirar o óculos, mal conseguia enxergar nada, resolvi dormir e acordei com a  visão pior, me encontro agora 04 e 30 da manhã parcialmente cego ainda.

Paralelo com essa história faço uma analógia da cegueira que estou sentindo por uma pessoa que amo. Via os flashs de um raio de luz brilhando por todo o recinto da Festa e isso me incomodava  por causa do efeito do colírio,  via a pessoa passando ao meu lado e me tentava fazer de cego pra não ficar pensando coisas e ficar tentando criar possibilidades e coisas negativas, sempre vinha em minha cabeça a frase que vi ontem do Apollo Creed no terceiro filme do Rocky Balboa:

- Olho de Tigre cara,  Olho de Tigre !

Confrsso que ontem e hoje vendo Rocky 3 e Rocky 4, fiquei muito balançado com as mensagens que o filme traduziam, sempre o Rocky enfrentava qualquer desafio que fosse, ele tinha seus receios e medos mais nunca abaixou a cabeça e sempre enfrentou tudo com perseverança e determinação.

Isso penetrou tanto meu pensamento que resolvi esquecer da pessoa e tentar ignorar meus sentimentos, só que não consigo me fazer de cego diante dela e do que sinto, pode ser que no começo eu me molde e consiga ignorar, mais depois a contradição bate e fico pensando no que fiz e no que fazer, tento se fazer de durão mais não consigo, tento me distanciar mais num dá, eu tô cegamente apaixonado por ela e isso me faz perder meu controle sobre minha razão.

Cruzei meus braços e fiquei distante da turma, só que quando começou a tocar a música que me faz lembrar dela meu coração saltou em um pulsação radical e fora do comum, tentei resistir e não pensar em tudo o que passamos juntos, tentei engolir meu choro e não abaixar a cabeça, só que tive um surto e resolvi sair de onde eu estava, no meio do caminho eu encontro ela, ao seu lado minha pulsação se tranquilizou, tava tão apavorado e confuso com relação a tudo que expus todo meu pensamento pra melhor amiga dela, nada melhor que você confiar e ouvir o que a amiga tem a dizer, mulher tem muito esse instinto de confiar na melhor amiga e confidenciar os segredos.

Depois desse papo me senti mais calmo e tomei a postura e me prostei do lado dela como uma rocha sólida e forte, pra finalizar o post e o papo, vejo um enorme contraste nessas duas cegueiras, uma cegueira me faz sentir medo do mundo e medo de tudo o que há ao meu redor, e a outra cegueira me domina e subitamente não me deixa caminhar e tentar prosperar da maneira que eu quero.

Súbitamente consigo entender o que Saramago quis dizer com seu filme, me sinto infectado por uma cegueira branca que me impede de enxergar mais além, sorte que essa cegueira é passageira e daqui a algum tempo  voltarei a enxergar novamente....

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

"Um Jovem Espartano e suas indecisões..."

"Era uma vez um guerreiro Espartano, desde pequeno ele foi aprendendo a conviver com a rejeição de seu bando, ele era diferente.Com o passar dos anos esse garoto foi crescendo e se tornando mais comum, ele tinha amigos, tinha uma boa família, mais ele não era feliz, sempre lhe faltava algo.

Esse garoto tinha muita força de vontade e quando era desafiado sempre aceitava e vencia qualquer tipo de desafio, esse garoto foi aprendendo os valores simples da vida, só que um dos maiores problemas dele era a falta de paciência e precipitação. Ele não conseguia esperar o momento exato pras coisas acontecerem, e quando ele tentava forçar as situações por quais passava ele acabava perdendo suas conquistas.

Com 17 anos esse Espartano decidiu mudar sua personalidade e seu modo de viver afim de enfrentar maiores aventuras e desafios, ele parou de se importar com o que os outros pensavam dele e começou a fazer o que tinha vontade, eis que ele encontra uma bela jovem grega de pele branca e cabelos ruivos e se encanta com sua beleza, mal sabia esse Espartano que ela lhe ensinaria uma das maiores lições que ele precisará aprender: "Nem tudo que queremos, é o que podemos ter."

O Espartano fez de tudo pra que ela notasse sua presença e que se rendesse aos seus encantos, mais com o passar do tempo os dois foram se afastando e o Espartano decidiu seguir sua vida em frente, ele sofreu por não ter sua bela grega de cabelos ruivos, por quem se apaixonará ao primeiro olhar, mais Zeus vendo o desanimo e a angústia do jovem decidiu lhe enviar uma Camponesa linda para ele não se sentir só.

Ao longo dos meses esse Espartano foi aprendendo a amar e a cuidar dessa Camponesa, mais ele não estava feliz com ela e seu pensamento só era na Bela grega de cabelos ruivos, eis que os dois se reencontram e o jovem Espartano declara todo seu amor por ela, mais ela o reprime e lhe diz:

- Você teve a oportunidade de ficar comigo e não soube aproveitar, hoje eu não lhe amo mais !

O jovem então decide se isolar do mundo e cai em uma profunda depressão, ele não sai mais de sua casa, abandona os amigos, e não valoriza mais os momentos com sua família. Com o passar dos anos esse jovem se fecha em seu mundo e começa a ter receios e medo de amar outras pessoas, seus relacionamentos passam a ser sem compromisso e seu vazio vai aumentando ainda mais.

Eis que um dia ele encontra uma jovem Espartana de traços finos e com um olhar reluzente, seu sorriso brilhava mais que um raio de sol em um dia de esplendoroso calor, toda a angústia, o sofrimento e o medo que esse jovem tinha ficam pra trás e decide recomeçar sua vida. Ele se aproxima dela e começa a ganhar o carinho, a amizade e a admiração dessa jovem, com o passar do tempo o jovem Espartano vai esquecendo seus valores e começa a criar indecisões:

- Será que ela gosta de mim ?
- O que faço para conquistar essa bela jovem?
- Não consigo esquecer ela, será que é o momento de me declarar?

O jovem esquece tudo o que um dia ele aprendeu e não teme colocar tudo a perder, sua ganância e sua falta de paciência começam a lhe afastar da bela Espartana do lindo sorriso, mais eis que surge Zeus, Deus supremo de toda a Grécia e dá uma missão ao jovem:

- Caro Espartano, você se esqueceu de todos os valores que um dia eu te ensinei, você não sabe ter paciência, você não consegue entender o que as outras pessoas pensam, eu lhe enviei essa Jovem Espartana para ver se você consegue corrigir todos seus defeitos, você no começo estava se saindo bem, agora temo que você esteja sem controle de suas ações, por isso vou lhe desafiar e lhe mandar há uma guerra, você é Espartano, tem poder, perseverança, tem força, não teme nada nem ningupem então você tem tudo o que precisa pra sobreviver. Você sozinho lutará contra os mais variados exércitos, desde os mais fracos até os mais fortes, se você souber se controlar, aproveitar as oportunidades que você tem e acima de tudo souber administrar seu Tempo e confiar em si, você sairá vitorioso e ainda terá o amor da Jovem Espartana pela qual não tenho dúvidas de que você ama, estou lhe dando tudo o que você precisa, agora você dependerá unicamente de você e de suas armas para conseguir tudo o que desejastes.

O jovem Espartano como não era de fugir de desafio nenhum aceitou a proposta de Zeus e seguiu para sua batalha."

Como você acha que continua !?